Josildo Sá celebra 10 anos do “Samba de Latada”

Josildo Sá celebra 10 anos do “Samba de Latada”

Josildo Sá celebra 10 anos do “Samba de Latada” no Clube das Pás

Show acontece nesta sexta (4), a partir das 20h e contará com participações especiais de Irah Caldeira e do Maestro Spok

 

O cantor e compositor pernambucano Josildo Sá comemora os 10 anos do seu projeto “Samba de Latada” com grande show no Clube das Pás, nesta sexta (4), a partir das 20h. O evento contará com as participações especiais de Irah Caldeira e do Maestro Spok. O repertório será um apanhado de todos os trabalhos lançados sob a marca do Latada, trazendo músicas como “Quixabinha”, “Cumpade Zé de Bina”, “Forró de Mané Vito”, “Nega buliçosa”, “Brincos de bela”, “Forró do poeirão”, “Pra não morrer de tristeza”, “Tem frevo na latada” e “Quer ir mais eu”. Na abertura, se apresentam os cantores Reginho e Edna Lima e a Orquestra das Pás.

 

O projeto “Samba de Latada”, criado em 2006, a partir de uma parceria com o clarinetista Paulo Moura, é um trabalho de grande relevância artística e cultural que, além de promover um salto na carreira de Josildo, contribuiu para diversificar os estilos do forró praticados no nordeste brasileiro. O músico trouxe de volta para a cena do forró, o formato sambado que andava esquecido desde que o chamado pé de serra tomou conta do repertório dos grandes nomes do gênero. “O projeto foi um marco na minha carreira e favoreceu ainda para que os músicos da minha geração aprendessem o valor das trocas, de não ficarem fechados apenas ao que já fazem. Paulo Moura me mostrou que a música é um leque e a partir desse contexto eu me abri para experimentar outras vertentes, e com isso ganhei o Brasil. Hoje nos locais que chego sou o rei do Samba de Latada”, comemora Josildo.

 

A entrada para homem e mulher é grátis das 17h às 20h. Depois desse horário, o ingresso individual custa R$ 10 (preço único), disponível na bilheteria da sede da entidade, na Rua Odorico Mendes, 263, Campo Grande, Recife e na Loja Passadisco, na Estrada do Encanamento, 480, Parnamirim, Recife. Mais informações pelos telefones (81) 98543 – 7595 e (81) 98685 – 2409.

Samba de Latada

O samba de latada é oriundo do interior do sertão de Pernambuco. É uma tradição antiga, na qual as pessoas erguiam um palhoção nas casas das fazendas para realizar festas. No local, eram levantadas umas forquilhas e as cobriam com folhas de flandres ou latas de querosene, daí o nome latada. Neste projeto, além do samba, tocam-se ritmos como coco, forró, bolero e seresta.

Serviço:

 

Josildo Sá – 10 anos do “Samba de Latada”

Sexta (4) | 20h

Local: Rua Odorico Mendes, 263 – Campo Grande, Recife

Ingressos: Entrada grátis para homem e mulher das 17h às 20h. Depois desse horário, o ingresso individual custa R$ 10 (preço único)

Informações: (81) 98543 – 7595 e (81) 98685 – 2409

 

 

DISCOGRAFIA – “SAMBA DE LATADA”

Depois do lançamento do “Samba de Latada” com Paulo Moura, em 2006, Josildo Sá lançou outros trabalhos sob a mesma marca. Primeiro veio do “Samba de Latada ao Vivo”, em 2011, que também gerou um DVD do show do cantor com Paulo Moura, no Teatro de Santa Isabel. Em seguida, ainda no mesmo ano, Josildo lançou o “Tem Frevo na Latada”, que tem em sua base obras de Luiz Gonzaga, João Silva e Zenilton, com arranjos dos reverenciados maestros pernambucanos de frevo, Edson Rodrigues e Ademir Araújo. Em 2012, o CD e DVD “Samba de Latada ao Vivo” foi considerado um dos três melhores discos de música nordestina do Brasil, na 23ª edição do Prêmio da Música Brasileira, realizado no Rio de Janeiro. O trabalho, que até hoje é um dos mais aclamados do artista, tem como base alguns clássicos do forró nordestino, de grandes autores, que vão de Zé Dantas (Forró de Mané Vito) a Paulo Moura (Mulatas), passando por Jacinto Silva (O trem pega) e Cecéu (com o contagioso Forró do Poeirão). Em 2014, foi o álbum “Latada para Vaqueirama”. Em 2015, o cantor lançou “Latada Pé de Serra”, um formato em que valorizou o tripé do forró, com músicas gravadas apenas com sanfona, zabumba e percussão. 

 

 

Texto e imagem enviados por Abbc Comunicação.