Exposição “Animallis” acontece hoje no Espaço Cultural de Criação, na Boa Vista.

O multiartista Carlos Vasconcelos propõe possibilidades de interpretação em “Animallis”

Atuando há décadas em diversos campos da arte, o multiartista pernambucano Carlos Vasconcelos concretiza mais um dos seus projetos e promete mais uma experiência histórica cultural com a exposição “Animalis”, que lança em seu Espaço Cultural de Criação no dia 12. Esse novo trabalho focado no estilo “concept art” congrega a natureza selvagem em imagens exclusivas captadas pelas lentes do próprio artista, que ainda ficarão à venda em plataforma digital após vernissage. “Quando em maio deste ano comecei a selecionar meus arquivos de animais, constatei como eram vastos esses registros feitos no Zoológico de São Paulo, no Parque das Aves em Foz do Iguaçu e em estadias em Bonito e no Pantanal. E, como a fotografia já não bastava, comecei um trabalho em programas de edição”, comenta Carlos.

Desenhista, fotógrafo, diretor de arte e de criação que atua há décadas em diversos campos da arte, Carlos Vasconcelos traz desta forma 15 ilustrações exclusivas que concretizam registros do multiartista no Zoológico de São Paulo, no Parque das Aves em Foz do Iguaçu e em estadias em Bonito e no Pantanal. Trabalhando essas imagens em um processo de criação a partir de programas de edição, a intenção é interagir com os protagonistas das fotos (girafas, zebras e vários tipo de aves) de forma lúdica, denuncia ou pura celebração, provocando uma ação particular do observado comum, que, para o multiartista, é a figura capaz das leituras mais complexas de uma obra. “Cabe ao observador definir e desenvolver o discurso que quiser”, diz Carlos Vasconcelos sobre a perspectiva que espera quanto ao novo empreendimento artístico.

 

“Animalis” dá continuidade a um progressivo processo de trabalho do multiartista que, em apenas em 2017, realizou as exposições“Personagens urbanos”, com esculturas em madeira, e o “Ensaios sobre geografias faciais”, fotografias manipuladas em programas editores. Além disso, o profissional, também autor dos livros com foco em fotografia “O Galo viaja de Metrô”, lançado em 2005 (fotografia), “Recriando no Alto do Moura” e “Identidade Oculta”, lançados em 2009. E essa progressão do seu desenvolvimento criativo poderá ser conferida em apresentação do projeto no espaço para receber convidados especiais do mundo das artes e da cultura, com almoço entre 12h e 16h no dia 12. Contudo, quem quiser conhecer um pouco mais das suas experiências históricas culturais, pode acessar o portfólio digital https://carlosvasconceloscriacoes.com, que congrega um pouco de todos os seus trabalhos e criações. No site, pode-se ainda adquirir uma das 15 peças em pequena, média ou grande escala, que estará disponível na plataforma digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *