Minidocumentário: Mascarados, Papaguns e foliões anônimos do Carnaval 2019 de Serra Negra em destaque.

Minidocumentário: Mascarados, Papaguns e foliões anônimos do Carnaval 2019 de Serra Negra em destaque.

O Carnaval acabou, contudo, deixa seus reflexos o ano todo com sua alegria, sua efervescência cultural e suas corres que emanam da produção “Papangu, o Sonho de não ser reconhecido”, realizada pelo multiartista Carlos Vasconcelos, exibido em canal no Youtube, para mostrar a beleza e força dessa tradição na Serra Negra de Pernambuco. Com a câmara na mão e a ideia na cabeça de registrar a mobilização anual na cidade de Bezerros, que promove um desfile único de mascados e de papangus, o fotógrafo, desenhista, produtor e diretor de arte e criação realizou filmagem de seu trajeto até esta iniciativa única e captou a ebulição dessa festividade no período de momo com depoimentos de alguns desses personagens anônimos que fazem a festa de muitos foliões. “Neste dia, toda a cidade e Zona Rural ganham as ruas caracterizados da melhor forma possível e participam dessa festa, que envolve desfile e concurso, com a certeza de que não serão reconhecidos. E esta é uma forma de entender e prestigiar esse incrível trabalho e processo de criação que une e envolve pessoas distintas da região, de diversas classes e campos de trabalho, seja escritório e comercio seja agricultura, em um mesmo propósito”, destaca Vasconcelos.

Com cinco minutos de duração, o minidocumentário com áudio e legendas (bilíngue) apresenta as diversas caracterizações desta manifestação, a ligação da população com a festa e a própria mobilização da cidade e desses foliões para construção deste carnaval que eles consideram o maior de Pernambuco. Esta não é a primeira vez que o multiartista se desdobra sobre esse tema, assunto que rendeu há 10 anos a produção do projeto editorial “Identidade Oculta”, publicação que retrata impressões de personagens tradicionais da nossa cultura como os mascarados, o maracatu e o caboclinho. Na edição também bilíngue, o criador marcou seus quarenta anos de carreira com um inventário de cerca de 150 imagens dos folguedos pernambucanos realizado pelo próprio fotógrafo, escultor, desenhista e diretor de arte e criação. Para conferir “Papangu, o Sonho de não ser reconhecido”, basta acessar o canal de Carlos Vasconcelos no Youtube: