Banda Cosmo lança segundo projeto no Recife no dia 23 de março.

Banda Cosmo lança segundo projeto no Recife no dia 23 de março.

Os recifenses da banda de rock instrumental Cosmo Grão lançam no dia 23 de março, em todas as plataformas digitais, o seu mais novo projeto. Intitulado “Cosmo grão e o reflexo do que não se vê”, o disco realizado através do FUNCULTURA, surge como um breve manifesto perante as tensões sociais e políticas do país. O show de lançamento ocorre na sexta-feira (27), a partir das 21h, no Espaço Cultural Sinspire – Praça do Arsenal. “As músicas do álbum são um escape. Uma ferramenta diante esse cenário grotesco que estamos imersos”, conta Cassio Sales, baterista da banda.

Composto entre 2017 e 2019, o disco foi todo pré-produzido sob o formato de residências criativas realizadas no home estúdio Glândula, no Agreste de Pernambuco e conta com o trabalho de gravação, mixagem e masterização do músico e produtor pernambucano Mathias Severien (Estúdio Pólvora / Recife).

Formada por Thiago Menezes na guitarra, Rafael Gadelha no baixo e Cássio Sales na bateria, a Cosmo Grão evoca influências que perpassam o rock psicodélico, o grunge e o stoner rock. A banda lançou seu primeiro Ep (homônimo) em Abril de 2015 e o seu primeiro disco, “Cosmograma”, em maio de 2016 – este em parceria com a Sinewave Label (SP).

Primeiro trabalho como um trio e o segundo na discografia da banda, “Cosmo grão e o reflexo do que não se vê” contém 10 faixas inéditas que, se por um lado reafirmam a faceta stoner/noise/punk que se fez marca registrada da Cosmo grão nos últimos anos, por outro revelam uma nova dose de misturas e experimentações sonoras, com influências que passam pelo rock progressivo, post rock e shoegaze.

O novo trabalho do grupo também “simboliza uma crítica ao fato de que parece que nós realmente estamos vivendo num período dominado pela pós verdade, onde muitas pessoas parecem não acreditar mais na realidade factual das coisas, e sim em uma comunhão de convicções, opiniões e crenças pessoais distópicas da realidade”, aponta o guitarrista Thiago Menezes. “O álbum traz um apelo à reflexão do olhar para si, através de ambientes, texturas e construções sonoras”, completa o baixista do grupo, Rafael Gadelha.

Premiada pelo já tradicional Festival de Triunfo, com a composição da trilha sonora do média metragem “Catimbau”, nos últimos anos a Cosmo Grão já excursionou várias turnês pelo Nordeste, Sudeste e Sul do país. Passando por cidades como João Pessoa, Natal, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro.

Ao longo dos seus 8 anos de existência, a banda coleciona apresentações em palcos importantes do país, a exemplo do CCSPSesc Belenzinho (SP),Audio Rebel (RJ) Célula Show Case (SC). Também passou pelos festivais Rec BeatNo Ar! Coquetel Molotov, Under the Sun (RN)Desbunde ElétricoJack Daniel´sFestival,FIG (Festival de Inverno de Garanhuns e diversos outros. Os ingressos para o lançamento de “Cosmo grão e o reflexo do que não se vê” custam R$ 20 e já estão disponíveis no Sympla.

SERVIÇO

 

BANDA COSMO GRÃO LANÇA SEGUNDO PROJETO NO RECIFE

 

Sexta-feira (27), a partir das 21h, no Espaço Cultural Sinspire

Ingressos:  R$ 20 no Sympla

Ficha técnica do projeto:

Realização: FUNCULTURA

Cosmo grão: Cássio Sales (Bateria), Rafael Gadelha (Baixo), Thiago Menezes (Guitarra)
Coordenação de produção: Cássio Sales
Produção Executiva: Anna Andrade
Produção Musical: Cosmo Grão
Coprodução Musical: Mathias Severien
Arte: Danielly Guerra
Site: Gabriel Moreira
Design: Stella Paes
Fotografia: Gio Simões
Teasers: Caio Sales
Assessoria de imprensa:
Mexe Mexe Comunicação  – Luma Araujo – (81) 9 8532.6635
Gravação, mixagem e masterização: Mathias Severien

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *