Alceu Valença realiza LIVE na quarentena neste domingo 03 de maio a partir das 18h.

Alceu Valença realiza LIVE na quarentena neste domingo 03 de maio a partir das 18h.

Alceu Valença realiza LIVE na quarentena neste domingo – 3 de maio a partir das 18h – diretamente de sua casa no Rio. Os internautas poderão assistir na página do cantor no You Tube: www.youtube.com/canalvalenca

O conceito estabelecido pelo artista é viajar sem sair de casa. Para isso, Alceu interpreta temas relacionados às ruas, estradas e caminhos percorridos desde a infância, em São Bento do Una, até a consagração nos palcos do Brasil e do mundo.

Acompanhado por seu violão, Alceu estabelece um roteiro sentimental através das canções que escreveu e cantou pelas ruas onde tem andado em sua carreira. Em “Pau-de-Arara” e “Xote das Meninas”, clássicos de Luiz Gonzaga, revisita feiras e circos de sua infância, saúda os cordelistas, repentistas, violeiros e os vaqueiros aboiadores do sertão. No galope etéreo de seu “Cavalo-de-Pau”, segue a trilha dos xotes e emboladas do Brasil profundo.

Do sertão para o litoral, o cantor aterrisa em Olinda. Das igrejas da cidade histórica, ecoam os poemas de pássaro de “Sino de Ouro”. Pelas Ruas Que Andei”, percorre as vias poéticas do Recife. “Belle de Jour” sintetiza a musa da nouvelle vague francesa e a moça bonita da praia de Boa Viagem. Entre o lírico e o visceral, surgem o mistério e o segredo profano de “Como Dois Animais”. Divino brinquedo.

A bordo de seu papagaio do futuro, revisita a Paris em que viveu na década de 70. “Coração Bobo” e “Solidão” são parte desta safra, em que o artista potencializa sua identidade ao deparar-se geograficamente distante dela. O “Samba do Tempo” entrelaça Paris ao Rio. “P da Paixão” liga Portugal a Porto Alegre. “Dia de Cão” agasalha as noites desamparadas de São Paulo. De Nova York ao Leblon, “Tesoura do Desejo” executa um corte preciso em qualquer ameaça de baixo astral. “Táxi Lunar”, “Tropicana”, “Anunciação” e “Tomara” zelam por uma nação solidária.

“Estou há vários dias trancado em casa e tenho tocado violão como nunca. Só me lembro de ter tocado tanto quando morei em Paris, no final da década de 70. Então, a ideia da live é compartilhar minhas impressões e recordações como se o público fosse convidado para cantar e conversar comigo na sala da minha casa. São as músicas que toco quando estou comigo mesmo, do jeito que gosto de tocar. Ao mesmo tempo são músicas que contam a minha história. É uma maneira de estar perto das pessoas, de passar uma mensagem de esperança. Tenho certeza de que vamos superar este momento em muito breve” – desabafa Alceu.

O evento apoia o #JuntosPelaMúsica, parceria da União Brasileira dos Compositores (UBC) com o Spotify, que criou um fundo de ajuda para atenuar a paralisação da atividade econômica decorrente da epidemia de COVID-19. A iniciativa também será aberta para que outras empresas e organizações, além de pessoas físicas, façam doações aos artistas, através de uma plataforma de financiamento coletivo (crowdfunding). Neste caso, o Spotify se compromete a equiparar a doação em 1:1, ou seja, a empresa vai doar 1 real para cada 1 real equivalente arrecadado pela campanha, até o limite do seu programa global de ajudas do gênero.

A plataforma escolhida pela UBC para a ação de crowdfunding é a Benfeitoria. No link  benfeitoria.com/juntospelamusica, é possível ajudar a financiar algum associado em dificuldades ao longo destes tempos de confinamento. A plataforma desconta 4,5% do total cobrado a título de taxa de administração, excetuando doações corporativas e individuais acima de 25 mil reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *