Mangue Beat

Chico Science o criador do movimento Mangue Beat
Chico Science o criador do movimento Mangue Beat

Manguebeat (também grafado como manguebit ou mangue beat) é um movimento musical que surgiu no Brasil na década de 90 em Recife que mistura ritmos regionais, como o maracatu, com rock, hip hop, funk e música eletrônica.

Esse estilo tem como ícone o músico Chico Science, ex-vocalista,falecido em 1997 em um acidente de carro, da banda Chico Science e Nação Zumbi, idealizador do rótulo mangue e principal divulgador das idéias, ritmos e contestações do Manguebeat. Outro grande responsável pelo crescimento desse movimento foi Fred 04, vocalista da banda Mundo Livre S/A e autor do primeiro manifesto do Mangue de 1992, intitulado “Caranguejos com cérebro”.

O objetivo do movimento surgiu de uma metáfora idealizada por Zero Quatro, ao trabalhar em vídeos ecológicos. Como o mangue é o ecossistema biologicamente mais rico do planeta, o Manguebeat precisava formar uma cena musical tão rica e diversificada como os manguezais. Devido a principal bandeira do mangue ser a diversidade, a agitação na música contaminou outras formas de expressão culturais como o cinema, a moda e as artes plásticas. O Manguebeat influenciou muitas bandas de Pernambuco e do Brasil, sendo o principal motor para Recife voltar a ser um centro musical, e permanecer com esse título até hoje.

Com o surgimento de várias bandas no cenário recifense, gravadoras como Sony, Virgin e outras famosas, deram início a uma contratação de bandas que se incluíam nesse cenário Mangue.

Notáveis bandas do gênero manguebeat incluem Mundo Livre S/A, Chico Science & Nação Zumbi, Sheik Tosado, Mestre Ambrósio, Eddie, Via Sat, Querosene Jacaré e Jorge Cabeleira

Atualmente o Mangue Beat tem como grandes  representantes a Nação Zumbi e a Banda Eddie e tem no carnaval do Recife um espaço dedicado a “cultura Mangue” no Festival REC BEAT e em vários blocos de carnaval que saem pelas ladeiras de Olinda.

2 thoughts on “Mangue Beat

  1. Cada dia me surpreendo mais com a cena de Pernambuco. Já conhecia o Chico Science e Nação Zumbi dos meus tempos de UFV, mas agora, ao conhecer e reconhecer o talento imensurável do grande ator Irandhir Santos, dei-me conta de que Pernambuco é onde “o bicho Pega”. Através de pesquisas sobre esse grande (e lindo) ator fui levada a nomes como Johnny Hooker, Banda Eddie, DJ Dolores, que me fizeram perceber que Pernambuco é uma grata e feliz surpresa. Ah! Nos tempos de UFV também fui apresentada (através do show) ao Cordel do Fogo Encantado e Lirinha. Nem tudo é mangue beat, mas é tudo vida pulsante… E viva Pernambuco e via Irandhir…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *